segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

Patilene do Panico

Panico Patilene

Patilene do panico

Por onde anda a Patilene?

Panico Patilene
Lismara de Oliveira é atriz formada em Artes Cênicas - Puc/FTG PR, reside em Curitiba. Trabalhou também no SBT, programa Tempo de Alegria com Celso Portiolli (SBT-1997), Programa do Ratinho (RECORD-1998).

Trabalhou no Panico em 1996-97, foi a primeira mulher a participar do elenco do programa, ficou no no programa período de 1 ano e meio. Patilene era um personagem, fazia tipo patricinha, filhinha de papai, logo se tornou muito popular e por muitos dias as perguntas da audiência se concentrava na personagem Patilene, que era constantemente cobrada pelo público pelo seu jeito supostamente esnobe.

Alguns ouvintes ligaram e perguntaram por onde anda a mulher que fazia a personagem PATILENE. 

Emilio Surita revelou que “A atriz que interpreta a personagem morreu em um acidente de ônibus quando viajava de São Paulo para o Paraná”.

O que NÃO É VERDADE...
Patilene do panico

Saída da Lismara de Oliveira (PATILENE) do programa PANICO, não foi de forma amigável.

::::::
Bau do Panico fez uma Entrevista Exclusiva com a atriz Lismara de Oliveira (Patilene).

Por que o Emilio disse que você morreu em um acidente?


Lismara de Oliveira: Então, eu sai brigada do Pânico com o Emilio Surita. Por isso falou isso. Como eu não tenho microfone para desmentir, fica a palavra dele como verdade, que é um idiota. Não acredite, nunca, em nada do que ele diz.
.

Qual o motivo da briga?


Lismara de Oliveira: Briguei com o Emilio no ar, xinguei ele. Fazia um mês que ele cortava meu microfone. Me boicotava, quando ligava para mim ele filtrava e desligava. Ficava me ofendendo, maior assédio moral. 

O que você acha do programa?


Lismara de Oliveira: Não gosto do Pânico. Não é um tipo de programa que tenha ouvido antes e nunca mais ouvi depois que sai. Também não gosto do programa de TV. Eu sou atriz, era paga para fazer aquilo, depois, Nunca mais.
.
.
Ouça a ultima entrevista da Lismara de Oliveira no Panico 2005: