sábado, 7 de setembro de 2019

Netflix prejuizo bilionario

Netflix prejuízo bilionário

Netflix com prejuízo bilionário

Prejuízo bilionário da Netflix cresce, mas analistas preveem o momento de virada

Netflix prejuízo bilionário
Netflix tomou um tombo financeiro e ele pode ficar ainda maior, após um de seus acionistas se manifestar por meio de um processo coletivo (class action) contra a empresa.

O problema foi precipitado pelo relatório financeiro do desempenho da companhia no segundo trimestre de 2019, que registrou dados bem abaixo do esperado.
Netflix com prejuízo bilionário
Esse resultado fez as ações da empresa caírem até 13%, número registrado horas depois do anúncio do relatório, levando a uma desvalorização de nada menos que US$ 17 Bilhões em um único dia.

Um dos investidores da Netflix, Johan Wallerstein, decidiu processar a empresa, o CEO Reed Hastings e o CFO Spencer Neumann em nome de todos os acionistas que tomaram prejuízo com a queda das ações.
Em seu processo, ele cita uma carta que projetava o citado aumento de 5 milhões de novos membros no trimestre, apesar do aumento no preço da assinatura, e a garantia de crescimento e valorização da plataforma.

Netflix não seria capaz de obter o número prometido e até perderia assinantes americanos, mesmo tendo informações suficientes de que isso aconteceria.

A própria empresa considera que seu cronograma de lançamentos do trimestre não foi tão bombástico quanto muitos fãs poderiam esperar.

É por isso que está abrindo os cofres para fechar acordos por direitos de franquias, como “As Crônicas de Nárnia” e “The Witcher”. Mas o endividamento cada vez maior também se torna preocupante com a desvalorização de seu negócio e a chegada de uma concorrência muito forte em 2020.
.