sábado, 18 de outubro de 2014

Kesha acusa produtor de agressao sexual

Kesha acusa produtor de agressão sexual e assédio moral
A cantora pop norte-americana Kesha vai processar o seu produtor, Dr. Luke por agressão sexual e assédio moral.Segundo a cantora, disse sido "obrigada a tomar drogas e álcool para abusar dela sexualmente", segundo o texto da queixa entregue no tribunal superior de Los Angeles a que a agência France Presse teve acesso.

Kesha Rose Serbert afirma que acordou uma manhã nua e com náuseas na cama de Dr. Luke, "sem se lembrar de como lá foi parar", após o produtor obrigá-la a tomar comprimidos.

A cantora disse que telefonou à mãe para dizer que tinha sido violentada e percebeu depois que os comprimidos que tinha tomado eram de "GHB", um psicotrópico classificado como "droga da violação".

Produtor de Kesha nega acusações de abuso e acusa a cantora de extorsão.