quarta-feira, 28 de maio de 2014

Aumenta popularidade de Redes sociais porno


Redes sociais pornô crescem, inspiradas nas tradicionais.
Enquanto o Facebook proíbe até seios e glúteos à mostra, espaços como o Facefuck e o Pinsex vão no caminho oposto.
É o caso do Pinsex, site criado no início de 2013 como uma versão sem restrições da rede social Pinterest. Ou do Pornostagram, que foi ao ar em julho do ano passado e se baseia no modelo de compartilhamento de fotos do Instagram.
E mesmo de clones apimentados do Facebook, como o Facefuck. Em todos esses casos, a pornografia dá o tom do conteúdo, sem qualquer cerimônia.
                      
A ideia surgiu em 2011, quando o Pinterest explodiu nos EUA. Após ver a incrível quantidade de material erótico que estava sendo compartilhada nele, todo esse conteúdo foi retirado do site e versões pornôs da rede surgiram.
.