segunda-feira, 21 de abril de 2014

Diretor do novo X Men eh acusado de estupro

Acusado de estupro, diretor do novo “X-Men” cancela participação em evento.
De acordo com a revista ”The Hollywood Reporter”, um processo federal foi aberto por Michael F. Egan III, que garante ter sofrido abuso sexual e violência física pelo diretor quanto tinha apenas 17 anos. Ele também teria sido forçado a usar cocaína e outras drogas. No documento, são citadas “festas sórdidas”, regadas a muitas bebidas alcoólicas. Pela presença do garoto, Singer teria oferecido um papel em um de seus filmes.

O advogado de Bryan, Marty Singer, negou todas as acusações. “As alegações feitas contra Bryan são completamente infundadas. Nós estamos confiantes de que ele vai se livrar deste processo absurdo e difamatório. É óbvio que este caso foi registrado numa tentativa de obter publicidade, uma vez que o novo filme de Bryan está previsto para estrear em poucas semanas”. Ele se refere a “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, que estreia nos cinemas em maio.

Bryan participaria da convenção WonderCon, que acontece neste sábado (19). Ele cancelou a aparição, onde realizaria duas horas de entrevistas, e será substituído pelo produtor e roteirista Simon Kinberg.
.